quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Lucinnha Bastos

Lucinnha Bastos - A Flor do Grão-Pará

O Poema - Voltar

Cantoras ouvi, já vi e senti
Por lá e aqui no mundo que canta
Cantora porém, com tudo de quem
Chegou pra ficar mostrando que é tanta
Estava faltando
Há muito na terra
Fazendo esta guerra
Virar plena paz
A cantora que eu quis

Com classe de Elis
Dará ao País o bom que ela faz
Seu canto é firmeza
É pura beleza
Lucinnha é certeza de um novo som
Lucinnha agradeço a Deus escutar-te
Ele sabe de arte
Ele sabe o que é bom

Autoria de Billy Blanco



LUCINNHA BASTOS - A FORÇA QUE VEM DAS RUAS


A Força Que Vem Das Ruas
Lucinha Bastos

Composição: Tonny Soares
Belém, Belém, Belém
Será que tá tudo bem
Belém, Belém, Belém
Será que tá
Tudo bem, tudo bem

A música na praça
O boi fazendo graça
É Ronaldo e seus meninos
Ensinando a nação
Que o futuro tá no centro da cultura
Da cultura popular, popular

E taca carimbó
De Pinduca, de Lucindo, Cupijó
Verequete, pavulagem
Dos meninos Eduardo, Taynara e Cavalero
Vão tocar no preamar, preamar

O couro treme a terra
De fabico, de setenta
Malhadinho de bandeira
Seu Rufino, seu Joaquim
Laurentina muito linda quando canta
Dá vontade de chorar, de chorar

O grande capitão
Nos boca-de-ferro
Da pedreira, marambaia
Terra-firme, sacramenta
Marituba, ananindeua, icoaraci
Do benguí, pro guamá, pro guamá

Fonte:(1, 2)

5 comentários:

Lili disse...

É a maior cantora paraense.....!!!

Caroline disse...

Realmente, é a maior expressão musical do norte do país.....

Ceifador Sinistro disse...

Eu adoro a Lucinha, vou a todos os shows que ela faz ou participa com outros cantores....ela é demais !!!

Marquinhos disse...

Lucinha kd vc??? Cade seu dvd??? Estamos aguardando!

Jica disse...

Amo Lucinha!