segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Tumba Faraônica

Tumba faraônica com 30 múmias é descoberta no Egito

Uma tumba faraônica de 4,3 mil anos, contendo 30 múmias e vários ataúdes de madeira e pedra, foi descoberta na cidade histórica de Saqara, no sudoeste do Egito. O espaço data da sexta dinastia e pertenceu ao sacerdote Senjem, que viveu durante o Império Antigo (2575-2150 a.C).

A tumba de pedra calcária encontrada na zona de Gisr al Modir, ao oeste da pirâmide escalonada, foi construída para o faraó Zoser (2.650 a.C) pelo arquiteto e médico Imhotep, segundo anunciou o Conselho Supremo de Antiguidades (CSA). No local, também foi achado um poço com onze metros de profundidade.

Os arqueólogos registraram na câmara mortuária trinta múmias e esqueletos, além de um ataúde de madeira com 180 cm de comprimento e decorado com escrituras hieroglíficas, que abriga um cadáver embalsamado datado do ano 640 a.C..

A tumba de 4,3 mil anos continha 30 múmias e vários ataúdes de madeira e pedra

De acordo com o secretário geral do CSA, Zahi Hawas, outros quatro ataúdes de pedra também estavam no local e devem ser abertos ainda esta semana.

A cidade de Saqara abriga a necrópole dos primeiros faraós egípcios e possui as tumbas mais antigas do país, em uma área arqueológica com mais de 7 km².

3 comentários:

Rafinha disse...

Caraca, 4,3 mil anos ??? depois a igreja diz que o mundo tem 2.000 anos...que comédia ...!!!

Nina disse...

Super interessante, mais uma descoberta incrível...

Julianne disse...

A cultura egipcia é realmente fascinante...misteriosa e riquíssima...