domingo, 12 de outubro de 2008

Maniçoba

Hoje aqui em Belém do Pará chega ao ápice o Círio de Nazaré, que é a procissão de domingo do Círio, que sai da Igreja da Sé, percorre as ruas de Belém até chegar a Basílica de Nazaré.
É tradição da família paraense o almoço de domingo do Círio (e é ai que está o meu interesse!), é tradição servir comidas típicas, como o pato no tucupí e a maniçoba (hummmm, que delícia). Como somos do sul, não temos a "manha" de preparar a maniçoba, a minha candidata a Cú (Carol - que também não tem a "manha") trouxe para nós a tão desejada maniçoba que sua cara mãe preparou (Obrigado Dona Dora!!!). Deixe-me falar mais a respeito desses pratos!

  • Pato no tucupi Constituído de pato, tucupi e jambu. O tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca e por isso precisa ser cozido durante uma semana. O pato, depois de assado, é cortado em pedaços e fervido no tucupi, onde fica de molho por algum tempo. O jambu é fervido em água com sal, escorrido e posto sobre o pato. É servido com arroz branco e farinha de mandioca.

  • Maniçoba Do tupi Maní, deusa da mandioca. Usa-se uma tipicamente uma panela de barro ou de porcelana. Prato de aspecto duvidoso, demora pelo menos uma semana para ser feito, pois a folha da maniva ( a planta da mandioca), depois de moída, deve ser cozida durante, pelo menos, quatro dias com a intenção de eliminar o ácido cianídrico que contém. Depois disso é acrescentado o charque, toucinho, bucho, mocotó, orelha, pé e costelas salgadas de porco, chouriço, lingüiça e paio, praticamente os mesmos ingredientes de uma feijoada completa. É servido com arroz branco, farinha d'água e pimenta de cheiro a gosto.
Quem quer ter a manha??? Segue receita!

Maniçoba

Ingredientes:
  1. 3 kg de maniva moída (folha da mandioca-brava)
  2. 1/2 kg de toucinho
  3. 1/2 kg de carne-seca
  4. 1/2 kg de lingüiça portuguesa
  5. 1/2 kg de paio
  6. 1/2 kg de lombo de porco
  7. 1/2 kg de orelha de porco
  8. 1/2 kg de rabo de porco
  9. Alho e pimenta-de-cheiro a gosto

Modo de preparar:
O preparo deste prato deve ser iniciado quatro dias antes de servir.
No primeiro dia, coloque a maniva moída numa panela grande com bastante água pela manhã e deixe ferver até anoitecer, em fogo brando, sem deixar a água secar.
No segundo dia, acrescente o toucinho e deixe ferver novamente pelo dia inteiro.
No terceiro dia, escalde todas as carnes e coloque-as na panela da maniva. Ferva de novo pelo dia inteiro, mexendo às vezes.
No quarto dia, acrescente o alho espremido e a pimenta. Deixe ferver por mais 6 horas, mexendo às vezes.

Dica: Sirva com arroz branco e farinha de mandioca.

Da comida típica paraense, eu adoro: maniçoba, tacacá, pato no tucupi e ainda pupunha cozida!!!

6 comentários:

Carlos disse...

Fala Jairo, não conhecia esse teu lado paraense papa-maniçoba!!!

Feliz Círio!!!

Caroline disse...

D. Dora, valeuuuuuuu, tava uma delicia.....

Caroline disse...

D. Dora, valeuuuuuuu, tava uma delicia.....

Anônimo disse...

A comida do Círio realmente é muito pai d'égua....

Julia disse...

Eu amo maniçoba, amo, amo, amo!!!

atuante disse...

Olá Carlos, Com certeza, eu gosto muito de maniçoba, me esbaldei ontem!!!
Valeu